Escolha uma Página

Dentre tantas informações sobre planos de negócios, gestão de recursos e aumento da produtividade de oficinas mecânicas, é comum esquecermos dos recursos mais preciosos e significativos de um negócio: as pessoas.

Sim, independente do nível tecnológico dos equipamentos automotivos, localização ou nicho de mercado, nenhuma oficina mecânica ou auto center consegue alcançar o sucesso sem uma equipe motivada e devidamente treinada para gerar resultados e garantir a qualidade do serviço.

Resultados, inclusive, que podem superar aqueles esperados inicialmente, como é o caso de empresas que conseguem inovar e se destacar no mercado por iniciativas de funcionários.

Como manter a equipe de sua oficina mecânica motivada?

Com a enxurrada de livros de autoajuda e filmes motivacionais que temos visto nos últimos anos, atualmente a palavra “motivação” pode soar um pouco abstrata (ou até pejorativa) para proprietários e profissionais de oficinas mecânicas, que geralmente buscam trabalhar com informações sólidas e quantitativas.

Mas se implantada de forma metódica e sistemática, a motivação pode sim trazer resultados reais e mensuráveis para oficinas mecânicas, como por exemplo:

  • Maior proatividade dos funcionários;

  • Aumento na produtividade da equipe;

  • Maior feedback por parte dos funcionários;

  • Diminuição do retrabalho;

  • Melhoria na qualidade do serviço;

  • Redução dos custos operacionais.

Portanto, trabalhar com uma equipe motivada é um sonho de todas as oficinas mecânicas e auto centers. Mas como alcançar este objetivo na prática?

1. Peça feedback

Independente da função, classe social ou personalidade, todo mundo gostar de dar opinião.

Entender este comportamento humano e utilizá-lo para recolher feedback de sua equipe é uma tática valiosa porque são os relatos de seus funcionárias que irão te ajudar a:

  • Identificar processos ineficientes que podem ser melhorados por ações simples;

  • Identificar necessidade de reposição de equipamentos dentro da oficina mecânica;

  • Evitar investimentos desnecessários ou incompatíveis com a realidade da oficina mecânica;

  • Aprender com os seus funcionários sobre os serviços prestados e com isso saber o que pode ser melhorado.

Não existe um momento ou periodicidade ideal para pedir feedback de sua equipe, uma vez que isso deve ser um ciclo constante e não apenas uma ação pontual. Mas é importante ressaltar que em nenhum instante o funcionário deve sentir que está sendo cobrado por isso.

Quanto mais natural for o processo de pedir (e não exigir!) feedback, mais valorizados seus funcionários se sentirão.

2. Realize pesquisas de satisfação interna

Pesquisas de Satisfação Interna são formulários documentados e criados pelo responsável da oficina mecânica, cujo objetivo é recolher informações como:

  • Como você avalia a capacidade técnica do seu gestor?

  • Como você avalia de comunicação do seu gestor?

  • Como você avalia a capacidade de gestão do seu gestor?

  • Como você avalia a qualidade do seu ambiente de trabalho?

  • Como você avalia a qualidade das suas ferramentas de trabalho?

  • Como você avalia a sua remuneração perante o mercado?

  • Como você avalia a qualidade de trabalho dentro da oficina?

  • Deseja fazer algum comentário sobre a gestão da oficina este mês? (As informações serão mantidas sob sigilo e nenhum momento serão usadas contra você).

Ao contrário do ciclo de feedback descrito no item anterior, as pesquisas de satisfação interna devem ser feitas pelo menos uma vez por mês, deixando sempre claro para a equipe que as pesquisas são confidenciais e visam o melhoramento da qualidade do trabalho dentro da oficina mecânica.

3. Defina metas alcançáveis

Um erro bastante comum ao definir metas dentro de uma oficina mecânica é pensar que uma meta muito alta é o suficiente para aumentar a produtividade da equipe.

No início, uma estratégia como esta pode até fazer sentido, mas assim que a equipe se ver numa situação em que nenhuma meta é alcançada, os efeitos podem ser devastadores.

Afinal, ninguém gosta de se sentir incapaz de realizar uma tarefa, seja no trabalho ou na vida.

Para evitar que isso aconteça, defina metas alcançáveis (de preferência baseadas nos feedbacks dos próprios funcionários) e recompense sua equipe quando alguma delas forem alcançadas, seja por meio de aumento de salário, feriados prolongados ou qualquer outra ação que esteja ao alcance da oficina mecânica.

Alcançar metas menores iniciará um ciclo de melhoria por parte de sua equipe e com o tempo metas maiores poderão ser definidas, sem o risco de um efeito negativo de “desmotivação”.

A motivação é importante, mas só funciona quando aliada ao treinamento adequado

Manter a equipe motivada certamente deve ser o objetivo de qualquer oficina mecânica que busca crescer e se destacar no mercado, mas de nada adianta motivar os funcionários a cumprirem determinada função sem ensiná-los com esta dever ser feita na prática.

E, ao contrário do que donos e gestores menos experientes gostam de acreditar, o conhecimento do funcionário é responsabilidade da oficina mecânica.

Cursos, palestras ou até mesmo treinamentos técnicos, como os  realizados por fornecedoras de qualidade, são opções válidas na hora de treinar os funcionários de uma oficina mecânica.

O importante é entender que o treinamento de funcionários, assim como a motivação, é um investimento a curto, médio e longo prazo – e não um “custo extra”, como geralmente são encarados por oficinas mecânicas pouco profissionais.