Escolha uma Página

Todo proprietário ou gestor de uma oficina mecânica já passou – ou vai inevitavelmente passar – pela situação de comprar um novo elevador automotivo. Neste momento, certamente uma das dúvidas mais comuns é entre os elevadores hidráulicos e eletromecânicos.

Afinal, qual o melhor elevador automotivo para a sua oficina mecânica?

Neste texto vamos fazer uma comparação entre os elevadores hidráulicos e eletromecânicos, levando em consideração os principais critérios que precisam ser considerados antes de qualquer compra: custo, flexibilidade, produtividade, manutenção e durabilidade.

Elevador Hidráulico e Elevador Eletromecânico: Qual o melhor para oficinas mecânicas?

Todas as informações foram baseadas na vasta experiência da Engecass que, há mais de 22 anos, fabrica e distribui equipamentos automotivos no Brasil. Em caso de dúvidas, deixe seu comentário no fim da página e responderemos o mais rápido possível!

Agora, vamos às comparações.

Custo

Os elevadores hidráulicos geralmente são mais baratos que os eletromecânicos. Isso porque em sistemas hidráulicos a quantidade de componentes mecânicos e elétricos é bastante reduzida.

Além disso, elevadores hidráulicos consomem muito menos energia elétrica do que os eletromecânicos, não necessita de graxa para funcionar e dispensa completamente o uso do motor elétrico para descer os veículos da plataforma.

Potência

Pelo fato do elevador hidráulico usar menos energia elétrica que o eletromecânico, isso significa que sua potência é inferior, correto?

Não necessariamente. Como já explicamos recentemente por aqui no Blog da Engecass, os elevadores hidráulicos funcionam a partir do Princípio de Pascal, que basicamente indica que todo líquido submetido à uma pressão irá se expandir com a mesma força, para todas as direções.

Na prática, isso significa que os elevadores hidráulicos conseguem usar essa expansão do líquido para multiplicar a força do motor elétrico de forma muito mais eficiente do que os elevadores eletromecânicos.

Flexibilidade

Por não possuírem tantos componentes mecânicos e elétricos como os elevadores eletromecânicos, os elevadores hidráulicos são muito mais flexíveis em termos de instalação e manutenção dentro da oficina mecânica.

Mas flexibilidade não é sinônimo de fragilidade. Os elevadores hidráulicos são mais robustos e compactos – ambas características fundamentais para durabilidade e eficiência energética do equipamento.

Produtividade

Elevadores hidráulicos não precisam de graxa para funcionar, o que significa que menos sujeira é gerada na oficina e também que os funcionários não precisam parar frequentemente para passar graxa em suas peças.

Obviamente a produtividade dos funcionários não depende exclusivamente dos equipamentos automotivos mas, quando se trata de elevadores automotivos, os hidráulicos sem dúvida está um passo a frente em produtividade.

Manutenção

Em termos de manutenção, ambos os elevadores necessitam dos mesmos cuidados para preservação da vida útil e bom funcionamento.

Contudo, os elevadores hidráulicos não possuem tantas peças quanto os eletromecânicos e por isso podem ser submetidos às manutenções mais simples e rápidas, muitas vezes pelos próprios funcionários da oficina mecânica.

Durabilidade

Seja a sua escolha os elevadores hidráulicos ou eletromecânicos, é importante ter em mente que a durabilidade de qualquer equipamento automotivo está diretamente relacionada com a Assistência Técnica e Garantia da empresa fornecedora.

Isso porque somente um suporte especializado pode assegurar que elevador funcionará adequadamente ao longo do tempo e, em caso de falhas técnicas, o mesmo será consertado com peças originais e seguindo as recomendações do fabricante.

Elevadores Hidráulicos da Engecass

Se interessou pelos elevadores hidráulicos ou quer conhecer mais sobre suas especificações técnicas antes de tomar qualquer decisão?

Clique aqui e veja quais são os elevadores hidráulicos oferecidos pela Engecass e tire suas dúvidas com os nossos consultores agora mesmo.