O elevador automotivo é um dos equipamentos indispensáveis para sua oficina mecânica, auto center ou loja de automóveis. Ele suspende os veículos e permite que o mecânico faça uma manutenção com mais rapidez, segurança e qualidade.

No entanto, como acontece com todo equipamento, você precisa operá-lo de forma segura. Mas como fazer isso?

Neste post, daremos algumas dicas sobre o assunto. Ficou interessado em aprender tudo com a gente? Então, acompanhe a leitura!

[e-book] Como precificar o valor da hora de mão de obra? | Baixar grátis | Engecass

1. Deixe o automóvel no centro do elevador

Na hora de subir com o veículo no elevador automotivo, deixe-o no centro do equipamento. Assim, você distribui o peso, obedece as regras de segurança e evita acidentes, como deslizar com o carro na lateral do equipamento.

2. Retire o peso extra

Não use o elevador automotivo com o carro cheio de malas, equipamentos ou pertences no interior do carro. Se isso ocorrer, ligue para o proprietário e peça para que ele retire.

Lembre-se que elevar um carro com bagagem extra ou carga pesada, força o elevador e desestabiliza a máquina.

3. Fique de olho nos pontos de apoio

Outra dica importante é que você deve ficar de olho nos pontos de apoio. No entanto, para te ajudar, alguns automóveis modernos vem com marcações do fabricante no local exato para você encaixar as sapatas de sustentação. Por isso, antes de colocar o veículo no elevador automotivo, observe esses pontos.

Essa regra também pode ser aplicada para o macaco hidráulico. No caso do elevador, essas marcações ainda são importantes, pois o carro estará completamente suspenso e você evitará acidentes.

4. Teste o elevador automotivo

A dica aqui é pensar na segurança. Por isso, nunca eleve o automóvel antes de fazer um teste. Para isso, puxe a alavanca do elevador automotivo rapidamente, apenas para o carro sair do chão.

Dê uma olhada para ver se tudo está certo e só depois levante totalmente o automóvel. Com isso, você terá a certeza que nada dará errado.

5. Mantenha a lubrificação do equipamento

Nunca deixe de lubrificar o equipamento. Isso deve ser feito de acordo com as recomendações do fabricante. Dependendo do modelo do elevador automotivo, a lubrificação pode ser feita de forma automática a óleo, com graxa ou manual a óleo.

No caso do manual a óleo e graxa, o equipamento deve ser lubrificado a cada 15 ou 30 dias. Esse tempo dependerá do uso do elevador e do ambiente em que ele se encontra.

Já no caso da lubrificação automática a óleo, a troca do lubrificante deve ser feita somente a cada dois anos. Isso é o que garantirá a produtividade da sua empresa, já que você não perderá mais tempo para dar manutenção no seu elevador automotivo.

[casal graxinha] O melhores Elevadores Automotivos a graxa com o melhor preço e a maior facilidade na limpeza e na operação! | Peça seu orçamento | Engecass

6. Nunca lave veículos no elevador

Outra dica importante de segurança para a utilização do elevador automotivo é nunca lavar veículos no equipamento.

Isso é importante porque a água danifica os componentes eletrônicos e provoca oxidações. No entanto, caso precise lavar qualquer automóvel, utilize os elevadores específicos para isso.

7. Treine a sua equipe de colaboradores

Antes de você pensar em trabalhar com o elevador automotivo, treine a sua equipe de colaboradores. Não deixe seu equipamento nas mãos de um profissional despreparado.

Em sua equipe, escolha quem você deseja capacitar, incentive o profissional a partir de palestras sobre equipamentos automotivos e faça pesquisas na Internet.

Atualmente, no Youtube, você encontra vários tutoriais que falam sobre equipamentos automotivos. Inclusive, a Engecass tem também um canal com várias dicas.

Em seguida, invista em pequenos testes com o operador antes que ele comece a trabalhar com o equipamento. Lembre-se que a sua empresa é a grande responsável pelos automóveis que ali estão.

8. Respeite a capacidade do equipamento

Se você pretende ter um elevador automotivo, você deverá respeitar a capacidade do equipamento. Portanto, jamais exceda a sua capacidade. Só assim que você não correrá o risco de danificar o automóvel do seu cliente e nem o equipamento automotivo que você adquiriu.

Saiba também que quando o elevador automotivo é bem conservado, ele pode durar 30 anos na sua oficina mecânica, auto center ou loja de automóveis.

No entanto, para que você não tenha desgastes com seu equipamento, utilize a capacidade de peso do seu elevador e respeite as recomendações do fabricante. Não se esqueça que há elevadores para veículos leves, pesados, longos e rebaixados.

Também se lembre que o elevador automotivo precisa passar por uma manutenção preventiva. Pois, quando a manutenção é feita, você corre o risco de ter um equipamento que causa queda de automóveis e que coloca em risco a vida dos profissionais que trabalham em sua oficina mecânica.

Durante a revisão, você deverá avaliar o consumo natural das peças. Veja se é necessária a troca do elevador automotivo e confira os componentes que são especificados pelo fabricante. Também é importante desmontar o equipamento por inteiro e fazer testes nos componentes das porcas, correias e engrenagens.

Como você viu até aqui, há várias formas de garantir a segurança na hora de utilizar o elevador automotivo. Também é importante cuidar do seu equipamento para que ele tenha uma boa vida útil e você tenha lucro na sua empresa.

Quer saber quais as vantagens do elevador pantográfico? Baixe o infográfico da Engecass e descubra!

Curta nossa página no Facebook | Engecass