Escolha uma Página

Os elevadores automotivos são equipamentos utilizados em oficinas mecânicas, auto centers e lojas de automóveis. Mas, da mesma forma que os veículos precisam de uma manutenção preventiva, os elevadores também necessitam.

Isso evita o desgaste desnecessário das peças, que também prejudica a produtividade e gera danos materiais e físicos em caso de acidentes. Portanto, para que você saiba a importância da manutenção preventiva para elevadores automotivos, preparamos este post.

Nele, vamos mostrar os principais pontos que precisam ser levados em consideração na hora de manter a funcionalidade e o tempo de vida útil desses equipamentos automotivos, que são tão importantes para sua empresa. Confira agora mesmo os principais itens!

1. Faça uma revisão completa

A primeira dica da manutenção preventiva dos elevadores automotivos é você fazer uma revisão completa do equipamento. Saiba que independente da marca, modelo ou tempo de utilização do equipamento, é recomendado que essa revisão seja feita, pelo menos, uma vez ao ano.

O melhor Elevador Automotivo a graxa com o melhor preço e a maior facilidade na limpeza e na operação!

As revisões avaliam as condições de funcionamento de todos os componentes do equipamento, como porcas de trabalho e segurança, correntes, correias, rolamentos e engrenagens.

E completas também avaliam de forma precisa, o nível de desgaste das peças, uma vez que elas naturalmente se desgastam com o tempo de uso.

2. Veja a validade das peças

Mesmo se a peça não apresentar desgastes visíveis ao olho nu, é importante ver a sua validade. Geralmente, essa validade é determinada pelo próprio fabricante que faz a reposição quando necessário.

Para evitar certos problemas como de segurança ou mal funcionamento do equipamento ou imprevistos técnicos, o recomendado é usar as peças originais, fabricadas e certificadas pelo próprio fabricante do elevador automotivo.

3. Faça manutenção preventiva mensal

Além das manutenções completas que citamos no primeiro item deste post, você deve realizar a manutenção preventiva de menor complexidade. Essa manutenção precisa ser feita pelo menos uma vez por mês. Ela é uma prática comum indicada por oficinas que se destacam pela qualidade dos equipamentos.

Lembre-se que através das manutenções preventivas, é possível identificar pequenos problemas, que com o tempo podem se tornar grandes. Se não forem tratados, esses defeitos “insignificantes” poderão trazer sérios prejuízos para a sua empresa.

4. Lubrifique seu elevador automotivo

Quando não é realizada de forma automática, a lubrificação dos fusos e porcas de sustentação dos elevadores também pode ser feita durante as manutenções preventivas mensais.

Se o equipamento for mais moderno e tiver lubrificação automática, como os elevadores da Engecass, a troca de óleo deverá ser realizada a cada dois anos.

5. Preste atenção aos detalhes

Além das dicas que você aprendeu até aqui, é preciso prestar atenção aos seguintes detalhes na hora de realizar a manutenção preventiva no seu elevador automotivo:

  • Sapatas: se elas estiverem desgastadas podem causar deslizamento e queda do veículo. Então, verifique se a parte metálica das sapatas estão em contato com os pontos de apoio do automóvel. Se estiverem, está na hora de fazer a manutenção preventiva;
  • Chumbadores de base: os elevadores automotivos devem ser chumbados no chão da oficina, auto center ou loja de automóveis. Isso garante a segurança dos funcionários e do próprio veículo do seu cliente;
  • Tensão das correias: com o uso diário, as correias podem ter um leve afrouxamento ao longo do tempo, mas nada que um rápido ajuste não resolva. Basta seu próprio funcionário fazer a manutenção preventiva.

6. Verifique a qualidade dos equipamentos

Por mais óbvio que isso possa parecer, você deve escolher equipamentos de qualidade para ter em sua empresa automotiva. Prefira elevadores fabricados por empresas experientes.

Essa é a forma mais fácil e barata de garantir o funcionamento adequado dos elevadores automotivos. Não se esqueça que quando se trata de equipamentos para oficinas mecânicas, lojas de automóveis e auto centers, na maioria das vezes o barato sai muito caro.

7. Ouça o motor do elevador

Os elevadores que estão desgastados podem apresentar um barulho diferente no motor. Caso você note alguma diferença, quando estiver com o equipamento funcionando, pare e faça a manutenção preventiva.

É melhor verificar o que está acontecendo do que ter outros problemas mais sérios com o equipamento da sua empresa.

8. Conte com a assistência para a manutenção preventiva

Outra forma de fazer a manutenção preventiva dos elevadores automotivos é você contar com a assistência técnica. Verifique se o fabricante do elevador oferece esse tipo de serviço. Caso você possa contar com a assistência, acione-a se tiver dúvidas sobre a manutenção do seu equipamento.

Cuidar da manutenção preventiva do seu elevador automotivo é pensar em oferecer um serviço de qualidade para os seus clientes e segurança para você e sua equipe de trabalho. Fique de olho em seu equipamento e não descuide da manutenção!

Quer entender um pouco mais sobre a manutenção preventiva dos elevadores automotivos? Acesse o nosso próximo post e confira outras dicas sobre o assunto!