manutenção preventiva para elevadores automotivos

Manutenção preventiva para elevadores automotivos

A manutenção preventiva para elevadores automotivos é uma preocupação – e dever – de todos os proprietários e profissionais trabalhando em lojas de automóveis, oficinas mecânicas ou auto centers.

Afinal, assim como qualquer outro equipamento, os elevadores possuem peças e elementos que desgastam com o tempo de uso e que demandam cuidados contínuos para o bom funcionamento. 

E para saber mais sobre a importância dessa prática e, principalmente, como realizar a manutenção preventiva dos elevadores automotivos, nós preparamos este post com algumas dicas essenciais e orientações.

Guia completo: Como montar uma oficina mecânica moderna | Baixar gratuitamente | Engecass

Qual a importância da manutenção preventiva para elevadores automotivos?

Parafusos, porcas, borrachas, correias, motores, entre outros inúmeros componentes de um elevador automotivo têm vida útil.

No entanto, a falta de manutenção preventiva e outros fatores podem encurtar esse prazo e colocar em risco tanto a segurança das operações, como a eficiência dos serviços.

Portanto, se há a preocupação com custos desnecessários, com consertos e com a troca dos equipamentos, a manutenção preventiva é a melhor estratégia que o negócio.

Listamos aqui algumas das muitas vantagens da manutenção preventiva para elevadores automotivos:

  • aumenta a vida útil do equipamento;
  • reduz gastos com manutenções corretivas;
  • garante a eficiência do funcionamento;
  • agrega mais segurança e qualidade;
  • evita acidentes e prejuízos;
  • melhora o desempenho dos mecânicos.

 

E como realizar a manutenção preventiva para elevadores automotivos?

Separamos algumas dicas importantes para manter a manutenção de seus elevadores em dia.

 

Confira se as peças estão na validade

Mesmo que você não veja desgaste nas peças, é importante verificar a validade de cada uma delas. Geralmente isso é determinado pelo próprio fabricante do elevador automotivo que faz a reposição quando necessário.

Entretanto, para evitar certos problemas técnicos e de mau funcionamento, use peças originais, certificadas e produzidas pelo próprio fabricante dos elevadores.

 

Revise todos os componentes 

Faça a revisão de todos os componentes do equipamento. Independente do tempo de uso, marca ou modelo do elevador, a revisão deverá ser feita uma vez ao ano.

O procedimento avalia todo o aparelho, as porcas de trabalho e segurança, correias, rolamentos, engrenagens e correntes.

 

Siga orientações do manual do fabricante

O melhor guia para a manutenção preventiva de elevadores automotivos sempre será o manual do fabricante.

Nele você encontrará informações sobre como garantir o melhor funcionamento do equipamento e quais as recomendações devem ser seguidas conforme as características de cada modelo, tais como: tipo de lubrificação, prazo para trocas, quais produtos podem ser utilizados e como desmontar peças.

 

Lubrifique o equipamento

Aproveitando o gancho acima, a lubrificação do equipamento é um dos fatores mais importantes da manutenção preventiva para elevadores automotivos.

E como bem destacamos, o prazo, tipo de lubrificante e como realizar esse procedimento são informações presentes no manual do produto.

Como dica, evite que materiais abrasivos como partículas metálicas, terra ou areia penetrem nas áreas de lubrificação do elevador. Isso poderá causar desgastes prematuros nos componentes atingidos.

 

Preste atenção nas colunas, sapatas e fusos

Na manutenção preventiva para elevadores automotivos, você deve prestar atenção aos detalhes como colunas, sapatas e fusos.

Se perceber desgaste em alguns destes itens e não der a manutenção adequada, você terá prejuízos. Portanto, faça um checklist mensal ou trimestral no elevador e avalie o estado do equipamento.

 

Alinhe os braços do elevador

Antes de começar a trabalhar com o equipamento, alinhe os braços do elevador. Isso previne acidentes com os automóveis e com as pessoas que estiverem próximas ao equipamento.

Afinal, é importante cuidar bem do carro, dos clientes e também dos colaboradores da oficina, loja ou auto center. Assim a sua empresa ficará livre de qualquer ação judicial que envolve acidentes de trabalho.

 

Inspecione as sapatas do elevador

Na manutenção preventiva, inspecione as sapatas do elevador automotivo. Elas são muito perigosas quando desgastadas, pois provocam deslizamento e ocasionam a queda do automóvel.

Preste também atenção aos pontos de apoio do veículo. Eles devem confirmar com o que recomenda o manual do seu equipamento.

 

Reaperte os chumbadores da base

É importante que os elevadores automotivos sejam bem chumbados no chão. Isso é questão de segurança. Uma dica para você saber se eles estão frouxos é prestar atenção ao barulho dos elevadores.

No entanto, caso escute qualquer tipo de ruído incômodo, basta apertar os chumbadores. Você também pode calçar o chumbador e colocar placas de metal embaixo da base quando o piso não estiver perfeitamente no plano.

 

Ajuste a tensão das correias

As correias também podem ficar frouxas com o uso diário do equipamento. Portanto, a dica da Engecass é nunca operar o elevador com as correias fazendo barulho.

Assim que escutar qualquer ruído, desça totalmente o automóvel e tencione as peças. Com isso, além de você cuidar da sua segurança e a do veículo, também aumenta a vida útil do equipamento.

 

Acione a assistência técnica

Caso você não saiba fazer a manutenção preventiva do seu elevador automotivo não tem problema. Você pode acionar a assistência técnica e solicitar o serviço.

A Engecass tem a melhor equipe de profissionais para te atender. Desta forma, você terá pessoas capacitadas, que poderão tirar todas as suas dúvidas em relação ao elevador automotivo.

Afinal, é importante contar com a assistência de fábrica para ficar tranquilo na hora de utilizar seus equipamentos.

Essas são alguns pontos essenciais sobre a importância da manutenção preventiva para elevadores mecânicos e como realizá-la na prática. Por mais experiente que seja a sua equipe, e haja conhecimento suficiente sobre os equipamentos, não deixe de se orientar pelo manual do produto e, se necessário, busque suporte especializado com a assistência técnica.

E aí, quer ler um pouco mais sobre manutenção de elevador automotivo? Acesse o nosso próximo post e se sinta preparado para fazer a manutenção do seu equipamento!

[eBook] Saiba como fazer a Gestão financeira para a sua oficina com o nosso eBook! | Baixar agora | Engecass

Deixe seu comentário
3.6/5 - (9 votes)
Conheça nosso catálogo de Equipamentos Automotivos | Engecass

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

6 Comentários

  1. Excelentes dicas. A prevenção sempre foi e será o melhor para evitar problemas graves.

    1. Olá, Joselito. Sim, muito melhor manter as revisões corretamente e evitar problemas maiores no futuro. Obrigado por acompanhar nosso blog e por contribuir com seu comentário. Abraços!

  2. O elevador está travando a ponto das correias do motor deslizarem. Qual o problema?

    1. Olá! Obrigado pelo comentário. Para essa questão, favor enviar um e-mail para o endereço [email protected]. Nosso time de especialistas o ajudará com o caso.

  3. Alguma indicação de assistência técnica em rampas pantográficas de alinhamento no Espírito Santos?

    1. Olá! Obrigado pelo comentário. Para essa questão, favor enviar um e-mail para o endereço [email protected]. Nosso time de especialistas o ajudará com o caso.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.