Escolha uma Página

As manutenções veiculares são importantes para manter o veículo do seu cliente em dia e evitar que ele tenha dor de cabeça com o automóvel. Quando seu cliente não se preocupa com a manutenção veicular, ele corre o risco de ter problemas mais sérios, como por exemplo, a perda do motor do veículo e até mesmo dos freios.

Portanto, é importante que você o oriente seu cliente, para que ele fique atento ao Manual do Comprador do Veículo, colocando as datas importantes no calendário e separando um dinheiro para as futuras manutenções. Além disso, você deve enfatizar para o cliente que fazer as manutenções veiculares garante a segurança do carro.

No entanto, para que você possa explicar com todos os detalhes quais os tipos de manutenções veiculares que existem, preparamos este post. Nele, também vamos mostrar qual é o melhor tipo de manutenção veicular. Ficou interessado em aprender um pouco mais sobre o assunto? Então, acompanhe a leitura!

Quais os tipos de manutenções veiculares que existem?

Manutenção Preventiva

A manutenção preventiva é pré determinada pelo próprio fabricante do automóvel. Você pode verificar no Manual do Proprietário do Veículo quando ela deve ser feita. Ela é realizada levando em consideração o tempo de uso do carro ou a quilometragem. O objetivo dessa manutenção é prevenir os possíveis problemas e identificar, com antecedência, as falhas que podem ocorrer no carro.

Durante a manutenção preventiva, sua oficina, auto center ou loja de automóveis deverá verificar os seguintes itens:

Mas como convencer seu cliente a fazer a manutenção preventiva? Peça para que ele imagine se deslocando para um compromisso importante e, de repente, no meio do caminho, constata que a bateria do automóvel não responde ao comando, o carro não liga mais. E aí, o que fazer? Se ele fizer a manutenção preventiva, evitará esse tipo de problema.

Portanto, esse tipo de manutenção deve ser feita corretamente. Ela não deve ser descartada, mesmo se o automóvel não apresentar problemas. Afinal de contas, essa é uma das manutenções veiculares mais importantes.

Manutenção Detectiva

A segunda das manutenções veiculares é a detectiva. Essa consiste em um conjunto de métodos que avalia a segurança e o bom funcionamento dos equipamentos do automóvel. Ela é realizada para testar o uso a longo prazo e garantir a boa operação do veículo.

A manutenção detectiva encontra possíveis erros que estão ocultos e podem provocar avarias no futuro. Nesse processo, os itens são testados em funcionamento para que as falhas sejam detectadas.

Entre as vantagens dessa manutenção, estão o aumento de vida útil dos equipamentos do automóvel e a diminuição dos custos nos reparos. A manutenção detectiva deve ser feita anualmente.

Manutenção Preditiva

É importante que você diga ao seu cliente que a manutenção preditiva não é a mesma coisa da manutenção preventiva. A manutenção preditiva tem o objetivo de repor as peças que poderiam prejudicar a performance ou a segurança do veículo, e não somente avaliar as condições gerais do automóvel.

Para identificar essas peças que precisam ser substituídas, você deve usar programas específicos de diagnóstico automotivo, fazer análises manuais ou mesmo verificar a manutenção preventiva. A manutenção preditiva é uma metodologia que se baseia no estado dos equipamentos. Podemos dizer que ela elimina os custos com as desmontagens desnecessárias e as manutenções corretivas.

Manutenção Corretiva

Como o próprio nome já diz, entre os tipos das manutenções veiculares, a manutenção corretiva serve para corrigir problemas que já estão presentes no veículo. Esse tipo de manutenção é a mais cara, uma vez que os problemas podem ocorrer a qualquer momento e desmandar custos extras e inesperados para o seu cliente.

Esses custos vem de mão de obra e reposição de peças. Além do alto custo, a manutenção corretiva exige, muitas vezes, que o carro fique parado a espera de alguma peça específica, causando assim vários transtornos econômicos ao condutor do automóvel.

Qual é o melhor tipo de manutenção para o seu cliente?

Sem dúvida, o melhor tipo de manutenção para o seu cliente é a preventiva. Além de ele gastar menos, não terá problemas sérios com o automóvel. No entanto, ninguém está 100% protegido das colisões nas vias públicas, não é verdade?

Mas o que fazer neste caso? Se seu cliente é disciplinado com as manutenções veiculares, ele poderá fazer um acompanhamento mais sério do veículo. Portanto, o ideal é ele contar com as manutenções preventiva e preditiva, evitando que a manutenção corretiva seja realizada quando realmente for necessária.

Agora você já sabe como orientar seus clientes sobre os tipos de manutenções veiculares, não é verdade? Fique atento para informá-los sobre essas manutenções sempre quando for necessário!

Quer ler mais conteúdos como este? Acesse o nosso próximo post e veja os motivos para você usar o checklist na sua oficina mecânica!