Escolha uma Página

Em 2018, o mercado automotivo começou a dar passos firmes quanto às tecnologias. Algumas marcas deram início à digitalização da jornada do cliente.

A Renault lançou o K-Commerce, plataforma de venda online do Renault Kwid. Em dezembro, a Citroen anunciou que fez a primeira venda de um veículo por meio de um chatbot do Facebook.

Entretanto, à medida que toda essa transformação digital avança, há novas tendências automotivas para o setor.

Contudo, o que esperar do mercado automotivo para este ano? Quais as novidades que podemos ter na indústria automotiva e que poderão afetar a sua oficina mecânica, seu auto center ou loja de automóveis?

Neste post, vamos falar de algumas tendências automotivas de 2019. Ficou curioso para saber as novidades que podem vir por aí? Então, acompanhe!

[ E-Book ] Padrão de cores dos Elevadores Engecass para concessionárias

Boas perspectivas sobre empregos

São boas as perspectivas em relação a geração de empregos para este ano. É que o empregador brasileiro está mais otimista.

Um levantamento da consultoria Robert Half mostrou que 70% dos profissionais que trabalham com recrutamentos acreditam que 2019 será um bom ano para a criação de vagas no mercado de trabalho.

Além disso, os profissionais estão mais confiantes. De acordo com o Índice de Confiança Robert Half (ICRH), as avaliações acima de 50 pontos indicam que os profissionais qualificados estão esperançosos quanto ao ano de 2019.

Vendas estabilizadas

Outras tendências automotivas é que as vendas estabilizem. Segundo a última projeção da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a produção dos novos automóveis deve aumentar em 11%. Já a comercialização terá um crescimento de 5%, um pouco abaixo dos 15% alcançados no ano passado.

Segundo a Anfavea, essa desaceleração deve ocorrer por pressão do mercado argentino, o maior importador de veículos brasileiros. Já para o mercado interno, as expectativas estão altas por causa do crescimento do PIB e do aumento no número de financiamentos de veículos.

Expansão do crédito para o mercado automotivo

Essa é mais uma das tendências automotivas. A oferta de crédito deve impulsionar ainda mais as vendas internas em 2019. O crédito, puxado principalmente pelos bancos de montadoras, foi recorde em 2018. Além disso, foi possível ver a redução das taxas de juros.

De acordo com o levantamento realizado pelo economista Raphael Galante, do Infomoney, nunca se liberou tanto crédito para carro novo no Brasil. Ao todo, foram mais de R$ 100 bilhões concedidos pelas instituições financeiras.

Venda de carros elétricos

A venda de carros elétricos é outra tendência para o mercado automotivo. Durante o Salão do Automóvel, três grandes marcas apresentaram ao público os novos modelos elétricos que devem circular nas ruas brasileiras ainda este ano.

Os automóveis elétricos no Brasil seguem uma tendência mundial. A maioria das marcas europeias tem pelo menos um VE (Veículo Elétrico) no mercado hoje, assim com um ou mais híbridos. Nos Estados Unidos, as vendas totais de VEs chegaram a 1,4 milhão de unidades no ano passado.

Além disso, a sanção do Rota 2030, novo programa que regulamenta a produção de carros no Brasil, também traz novo impulso ao elétrico. Agora, modelos elétricos pagarão apenas 7% de IPI, o que deve reduzir o preço de comercialização e estimular a produção nacional desse tipo de automóvel.

Aproximação da IA

Quando se fala no futuro do automóvel, as novidades vão ainda mais longe. Ao que tudo indica, a Inteligência Artificial (IA) estará cada vez mais presente nos veículos. Por isso, as maiores fabricantes de automóveis do mundo já anunciaram importantes parcerias com a Google, Microsoft e Apple. Uma dessas fabricantes é a BMW, que já oferece o Google Assistant nos veículos.

Além disso, entre as tendências automotivas, os smartphones estão cada vez mais conectados ao carro, auxiliando na segurança e na direção.

Ascensão das concessionárias digitais

A inovação também chega na rede de distribuição de veículos. Só para você ter ideia, em dezembro, a Fiat e a Volkswagen anunciaram a criação das suas “concessionárias digitais”.

Essas concessionárias prometem se adequar às necessidades do consumidor moderno e oferecer uma excelente experiência de compra. Além da realidade virtual, elas também terão espaços mais flexíveis.

Uso de plataformas na comercialização

Outra novidade no mercado automotivo é quanto o uso de plataformas digitais que facilitam as atividades dentro de uma loja de automóveis. Se sua concessionária investe em marketing digital, com certeza já utiliza algumas dessas ferramentas .

Alguns exemplos disso são as plataformas de automação de marketing e os gerenciadores de conteúdo.

Assim, com o aumento do interesse do consumidor em fechar um negócio pela internet, é possível que a partir deste ano, o mercado automotivo invista mais em plataformas que permitam a negociação pela internet. Hoje, 62% dos consumidores gostariam de comprar seu carro 100% online, sem precisar ir até uma loja física.

Compartilhamento de veículos

O compartilhamento de veículos é uma das propostas mais ousadas do mercado automotivo. A ideia é fazer com que donos de carros consigam “alugá-los” de uma forma mais autônoma, ou seja, sem precisar ir a uma locadora especializada.

Todo processo será feito através de aplicativos, por meios dos quais os interessados conseguirão desbloquear os automóveis e utilizá-los por um determinado período.

Como você viu, há várias tendências do mercado automotivo em 2019. E você como profissional do mercado automotivo deve estar preparado para essas mudanças!

Quer continuar por dentro das novidades do mercado automotivo? Acesse o nosso próximo post e saiba como adaptar a tecnologia automotiva!

Curta nossa página no Facebook